Veja 4 formas de fazer a prova de vida do INSS

A prova de vida voltou a ser obrigatória a partir desta terça-feira, 1º de junho. Devem fazer o procedimento os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para continuar a receber seus benefícios.

Diante disso, os segurados que ainda não fizeram a comprovação devem ficar atentos ao mês de retomada dos bloqueios que seguirá o calendário estabelecido em maio pela Portaria 1.299.

Para facilitar a realização deste procedimento durante a pandemia e auxiliar os beneficiários, o INSS e as instituições bancárias disponibilizam alguns meios de fazer a comprovação de vida.

Diante disso, reunimos neste artigo as 4 principais opções para você fazer a sua prova de vida, além das datas em que deve ser feita a comprovação.

Prova de vida

Anualmente, os beneficiários do INSS devem realizar a prova de vida para continuar a receber seus benefícios, além disso, esse procedimento serve ainda para evitar fraudes e pagamentos indevidos.

Mas diante da pandemia causada pela covid-19, o INSS decidiu continuar realizando os pagamentos sem ocasionar o bloqueio, suspensão ou cessação do benefício.

A intenção foi evitar o deslocamento do beneficiário a uma agência bancária para regularização, causando aglomerações e colocando a vida dos segurados em risco. Assim, a retomada dos bloqueios será escalonado.

Neste mês, por exemplo, a prova de vida será exigida daqueles que deveriam ter feito a comprovação em março e abril de 2020. Veja como ficaram as datas de exigência da prova de vida:

Vencimento da comprovação de vidaCompetência da retomada da rotina de bloqueios
Março e abril/2020Junho/2021
Maio e junho/2020Julho/2021
Julho e agosto/2020Agosto/2021
Setembro e outubro/2020Setembro/2021
Novembro e dezembro/2020Outubro/2021
Janeiro e fevereiro/2021Novembro/2021
Março e abril/2021Dezembro/2021

Como fazer a prova de vida?

Agora que sabemos as datas em que os beneficiários devem fazer a prova de vida, veja a seguir as opções disponíveis para quem precisa fazer o procedimento.

Presencial: esse é o modelo de prova de vida que os beneficiários do INSS já conhecem, sendo assim, basta ir até a agência bancária onde o segurado recebe o benefício e apresentar documentos pessoais, como CPF e documento com foto.

Assim, o gerente irá efetivar a prova de vida no sistema, informando a regularidade do beneficiário.

Atendimento domiciliar: para aqueles que possuem dificuldade de locomoção e, por isso, não podem comparecer em uma agência, é possível receber atendimento domiciliar. basta entrar em contato com a Central Telefônica 135 e agendar a visita de um servidor do INSS.

Outra opção, é cadastrar uma pessoa como procuradora a fim de que a prova de vida seja realizada. Neste caso, acesse o Meu INSS e procure pela opção “Agendamentos/Requerimentos”, depois busque pela opção “procuração” e envie os documentos que forem solicitados para efetivar o cadastro.

Biometria: outra opção que vem sendo utilizada durante a pandemia, é a prova de vida através da biometria facial. Mas esse serviço não está disponível para todos, então, aqueles que receberam a notificação ou e-mail para realizar esse procedimento e ainda fizeram devem acessar a plataforma Meu INSS.

Para efetivar esse tipo de prova de vida, o INSS utiliza os registros do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Depois de fazer a prova de vida, você pode acompanhar o resultado sem sair de casa.

Também está disponível a utilização da biometria bancária para aqueles que possuem o cadastro. Neste caso, basta utilizar um caixa eletrônico para fazer a prova de vida.

Atualmente, a maioria dos bancos também estão aceitando as movimentações bancárias por meio da biometria para registro da prova de vida, como por exemplo, a Caixa Econômica Federal.

Aplicativo: para aqueles que têm o costume de utilizar aplicativos, o Banco do Brasil também oferece a opção de fazer a prova de vida por meio do seu app.

Desta forma, correntistas e poupadores que recebem o benefício do INSS também podem realizar a prova de vida acessando o menu “Serviços”. Depois, é só buscar pela opção “INSS” e “Prova de vida INSS”.

O procedimento é feito a partir do registro de uma foto do documento que identifica o beneficiário e também uma selfie. Assim, a instituição bancária fará a análise e disponibilizará o resultado por meio do aplicativo.

Por Samara Arruda

Fonte: Rede Jornal Contábil .

Start typing and press Enter to search